Saiba como fazer redação para concurso com dicas simples e práticas

A redação para concurso é a etapa que mais elimina os candidatos, mesmo aqueles que foram muito bem nas provas. 

A mesma coisa acontece nos vestibulares, por isso, é fundamental saber escrever bem.

Muitas pessoas acreditam que a redação é algo simples, bastando apenas evitar os erros ortográficos e falar sobre algum assunto, mas não é bem assim que as coisas funcionam.

Ela precisa ter a estrutura necessária para ser aprovada e o candidato deve saber organizar suas ideias e conhecimentos para que o resultado seja positivo.

Alguns possuem habilidades para escrever, mas se este não for o seu caso, saiba que com estudo e treino é perfeitamente possível fazer uma boa redação e passar naquele concurso que você tanto almeja.

Mesmo assim, ainda tem muita gente que tem dúvidas sobre o assunto e que se sente insegura na hora de escrever. Chegou o momento de se libertar disso e confiar na sua capacidade de escrita.

Pensando nisso, neste artigo, vamos explicar as características de uma redação para concurso, como criá-la e dar algumas dicas para escrever bem e aumentar as suas chances.

Como é uma redação de concurso?

Antes de começar a escrever, é fundamental entender o que está sendo solicitado, mesmo que você precise ler 3 ou mais vezes para ter certeza. Entenda o enunciado e o que ele requer, para assim começar a produzir a redação.

Geralmente, os concursos solicitam uma dissertação, e o segredo para escrevê-la é conhecer o assunto que você vai falar e a estrutura textual necessária.

Em uma sala planejada home theater, pesquise atentamente sobre o gênero textual da prova que você vai fazer, pois isso evita surpresas.

É com base na redação que a instituição compreende a capacidade do candidato de compreender e argumentar sobre os temas.

Portanto, a dissertação deve ser uma boa argumentação sobre o assunto, com uma tese bem estabelecida e construída de maneira concisa.

Tudo isso deve estar dentro de uma estrutura com início, meio e fim, ou seja, introdução, desenvolvimento e conclusão, para que seja compreensível.

Outro ponto importante é que o candidato precisa estar atento à quantidade de linhas e limite para escrever, visto que o poder de síntese também é algo observado pela banca.

Uma pessoa que não tem muita capacidade de condensação precisa fazer um esboço antes de escrever a redação final.

A produção deve seguir a estrutura que falamos acima. A introdução apresenta o assunto e a tese, o desenvolvimento expõe os argumentos, e costuma ter até 3 parágrafos, e a conclusão não é o fechamento do texto.

Em uma mesa de canto escritório pratica muito a escrita porque o texto precisa convencer o leitor sobre o assunto, e mesmo que ele não concorde com o ponto de vista, precisa se convencer de que a opinião do candidato é consistente.

Não adianta nada escrever uma dissertação com estrutura impecável se o conteúdo não é consistente. Por isso, os concurseiros precisam estar por dentro de temas contemporâneos.

Procure se informar sobre o que pode ou não ser solicitado na prova, pois isso será decisivo para a nota e, consequentemente, determinará se você será aprovado ou não.

Como fazer uma boa redação?

Para fazer uma boa redação e aumentar a pontuação na nota da prova, algumas dicas importantes são:

Atentar-se à gramática e à estrutura

Enquanto estiver escrevendo, preste atenção no uso da gramática e na estrutura da redação, pois são dois aspectos que costumam ser muito considerados pela banca, podendo prejudicar ou melhorar a nota.

A melhor maneira de evitar erros de ortografia é adquirir o hábito da leitura. Leia o máximo que você puder, principalmente livros que costumam ser muito bem revisados.

Priorizar a redação

Além de praticar muito em um lugar confortável, com cadeira de escritório reclinável, faça um esboço da redação antes de começar as outras questões da prova.

Quando o candidato chega ao local do exame, sua mente está descansada e ele pode entender o tema, organizar o pensamento e colocar tudo no papel.

Depois que fizer o rascunho, resolva as questões da prova, e antes de passá-lo para a versão final, faça uma revisão do texto.

Ler e revisar a redação

Não ignore a revisão de texto, pois é durante a leitura atenta que você percebe erros e consegue melhorar a estrutura das orações.

Analise e revise quantas vezes forem necessárias até estar satisfeito com a versão definitiva. A banca percebe quando a redação foi bem trabalhada pelo candidato.

Fazer rascunhos

Depois que entender o tema, várias ideias vão surgir e este é o momento de escrever todas elas no papel. Utilize o rascunho da maneira que preferir e se possível, peça mais um.

Não importa se você está se candidatando para uma vaga em uma empresa de aluguel de impressoras, prestando vestibular ou em um concurso público, aproveite todo o tempo que tiver para fazer o rascunho.

Lembrando que é preciso dosar para poder fazer a prova, e se você tiver muito medo de não dar tempo, faça pelo menos um rascunho antes de escrever a versão final.

Ler atentamente o enunciado

Mesmo que você compreenda o enunciado de primeira, é fundamental ler novamente, prestando atenção em cada palavra.

Veja qual é o assunto, o contexto e garanta que compreendeu o que realmente está sendo solicitado, caso contrário, a redação pode ser anulada. Por isso, preocupe-se com essa etapa.

Dicas para melhorar a redação

Para melhorar sua redação e aumentar as chances, existem algumas dicas que podem ajudar.

Receber o carimbo personalizado professor de aprovação é muito bom, mas antes, tem que se com cuidado no que você quer dizer e procure expor seus pensamentos de maneira simples.

Seja direto na construção das sentenças e use palavras de conhecimento geral, evitando termos de difícil compreensão. Corte todas as palavras possíveis, priorizando a voz ativa e evitando a passiva.

O avaliador vai perceber que está lendo seus pensamentos a respeito do assunto, o que facilita a argumentação sobre o tema. Com isso, sua redação será mais consistente.

Outra dica é evitar termos estrangeiros e jargões, pois eles podem ser mal interpretados pela banca avaliadora. Evite ao máximo o uso excessivo de advérbios, depois eles podem dar a impressão de que você está enrolando no texto.

As conjunções ajudam a estruturar melhor a redação, e dentre as mais usadas pelos candidatos estão:

  • Como;
  • Entretanto;
  • No entanto;
  • Porém.

Mas, o excesso pode prejudicar a escrita, e se você reparar bem, vai notar que quase sempre elas são dispensáveis, seja para falar sobre comida pronta entrega ou qualquer outro assunto.

Os diálogos escritos, caso seja uma narração, devem parecer uma conversa natural. Não se esqueça também de que o uso de gerundismo pode empobrecer o texto, sendo melhor evitá-lo.

Os adjetivos que não colaboram com a informação são dispensáveis, por exemplo, dizer que uma mansão é luxuosa ou que uma girafa era muito grande. Toda mansão é luxuosa e toda girafa é grande.

Preste muita atenção ao usar a palavra “que”, pois ela pode estender os períodos, preferindo sempre as frases curtas. Por exemplo, um bom uso seria: o caderno de anotações personalizado que eu usei ontem estava aqui.

Essa mesma frase fica muito mais difícil de ler, se for escrita dessa maneira: o caderno de anotações que eu usei ontem que estava aqui.

Outra dica é evitar clichês ou frases prontas de efeito, como “fazer das tripas coração”; “silêncio mortal”; “encerrar com chave de ouro”, dentre outras.

Cuidado com o uso do verbo “fazer”, pois em alguns casos, se colocado no plural, está errado, como no sentido de tempo. Ao invés de escrever “fazem anos que não a vejo” escreva “faz anos que não a vejo”.

Evite as redundâncias, como “há 5 anos atrás”. Neste caso, escolha uma das opções, sendo “há” ou “atrás”. Use as impressão de apostilas, matérias da internet e livros para treinar a leitura.

Isso ajuda muito a usar a vírgula do jeito certo, melhorando o sentido da oração, e não se esqueça de quando for fazer citações utilize as aspas.

Considerações finais

As redações para concurso não são um bicho de 7 cabeças, na verdade, estudo, leitura e um pouco de conhecimento são tudo o que você precisa para escrever um texto de qualidade.

Seguindo nossas dicas, com certeza você vai produzir uma boa dissertação em seu concurso público e conseguir uma boa pontuação. 

Procure apenas compreender bem o tema solicitado e entregar para a banca exatamente aquilo que a prova pede.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Saiba como fazer redação para concurso com dicas simples e práticas