A atividade é ideal para quem busca ganho de massa e fortalecimento dos músculos

Powerlifting

Você já ouviu falar no powerlifting? Também chamado de Levantamento Básico, essa modalidade de levantamento de peso é ideal para aqueles que buscam ganho de massa de forma consistente.

O powerlifting é um esporte que consiste no levantamento da maior quantidade possível de peso em cada um dos três tipos de exercícios: agachamento, supino e terra. Continue lendo para conhecer um pouco mais sobre esse esporte e suas diferentes modalidades.

Powerlifting é um esporte!


A atividade foi reconhecida como um esporte na década de 1960, e em 1973 foi fundada a primeira federação internacional dedicada a essa modalidade, o IPF (International Powerlifting Federation).

O powerlifting pode ser feito de forma equipada e não-equipada. Nas competições sem equipamento, o atleta pode usar apenas um cinto e ligaduras nos pulsos; dependendo da competição poderão ser usadas também ligaduras no joelho. Já na forma equipada, os atletas podem usar equipamentos para o levantamento de cargas maiores.

Você se engana caso pense que o powerlifting consiste no levantamento de peso, puro e simples, sem nenhuma técnica. Há três formas diferentes de se praticar o esporte e para cada uma delas há técnicas distintas. Vamos falar um pouco mais de cada uma delas.

Agachamento


O agachamento possui uma técnica muito parecida com o exercício de mesmo nome desenvolvido na musculação. Essa modalidade é ideal para trabalhar quadríceps, parte traseira das coxas, glúteos e coluna.

Nessa categoria, o atleta mantém os pés afastados de forma paralela e bem firmes no chão. Quando o juiz dá o sinal ele deverá retirar a barra do suporte agachando-se. Para finalizar o exercício, o atleta deverá se reerguer e seus joelhos deverão estar completamente estendidos.

Desenvolvimento no supino


A palavra “supino” já é bastante conhecida para aqueles que praticam a musculação, mas no powerlifting ela adquirem um significado um pouco diferente.

Nessa modalidade, o atleta deverá iniciar o exercício deitado em um banco, com as pernas para fora e com os pés apoiados firmemente no chão. A barra deverá estar na altura dos braços estendidos.

Após o sinal do juiz, o atleta deverá retirar a barra do suporte com as mãos, flexionando os braços até próximo ao peito. Então, deverá levantá-la e mantê-la imóvel até um segundo sinal do juiz.

Durante a prática, a cabeça e o quadril não podem ser levantados e os pés devem permanecer firmes no chão. Isso é muito importante para a realização correta do exercício e a prevenção de lesões. Caso essas recomendações não sejam respeitadas em uma competição, o atleta será desclassificado.

Os músculos trabalhados nessa forma de powerlifting são da região do peitoral, tríceps, deltóide e músculo dos ombros.

Terra


Por fim vamos falar do levantamento terra. Nessa modalidade, a barra fica posicionada aos pés do atleta. Ele deverá erguê-la até ficar em pé, com suas pernas e costas totalmente eretas. Após um novo sinal do juiz, a barra deverá ser retornada para a posição inicial de forma controlada.

Na realização dos exercícios dessa categoria, os músculos trabalhados são os glúteos, quadríceps, posterior da coxa, panturrilha, interior da coxa e os músculos da região da lombar.

Como começar no powerlifting


Antes de falar sobre como iniciar a prática do powerlifting, precisamos lembrar de seus princípios básicos: levantamento de pesos pesados e ganho de força. É importante reforçarmos isso agora, pois todo exercício que se vale destes mesmos princípios já é uma preparação para o esporte.

Não existe fórmula mágica que irá te fazer levantar muito peso sem nenhuma preparação. Portanto é necessário um investimento em exercícios que potencializam seus músculos, tanto superiores quanto inferiores.

Para os músculos inferiores invista em: agachamentos com barra, agachamentos frontais, hip thrust e elevação de panturrilha/gêmeos. Já para os músculos superiores seus principais aliados são: supino com barra, supino com halteres, supino com agarre junto e puxada de tríceps.

Alguns exercícios fortalecem tanto os músculos inferiores quanto superiores: levantamento terra, remada alta, hiperextensões e rosca direta com barra.

É importante ressaltar que você deve sempre respeitar seus limites e contar com a expertise de um treinador capacitado para te auxiliar nos treinos.