Uma holding possui como principal objetivo administrar ou controlar empresas, diferentemente de empresas tradicionais que produzem bens materiais ou trabalham com prestação de serviços.


Holding


Então, o nome dado a uma empresa que tem como função a participação acionária majoritária em uma ou mais empresas é Holding. Dessa forma, empresas Holding não exercem atividades produtiva ou comercial.

Ela simplesmente faz parte de outras sociedades, contribuindo como sócio e acionista.

Holding: significado do termo


Com procedência do inglês, a terminologia vem do verbo "to hold", que tem como significado segurar, manter, controlar.

Assim, através da obtenção de cotas ou ações em capital social, a definição de Holding sugere uma sociedade que visa participar de outras sociedades. Dessa forma, uma sociedade possui controle sobre a outra.

Pela quantidade de cotas ou ações detidas, uma holding se apresenta como controladora de uma ou mais sociedades.

Para que serve uma Holding?


Primeiramente é importante entender que uma Holding possui apenas função administrativa em uma empresa, então ela não exerce a função da produção de bens e nem da prestação de serviços.

Para um exemplo sobre Holding, podemos mencionar a holding dona do site MeuSucesso.com, e Wiseup. Essa holding não produz conteúdo e nem realiza eventos, mas tem a função de administrar ambas empresas mencionadas.

É precisa separar a atividades comerciais das atividades administrativas antes mesmo de podermos detalhar pra que serve uma holding.

As atividades comerciais são exercidas pela empresa que é controlada, enquanto as atividades administrativas são comandadas pela empresa que possui a maioria das ações, ou seja, 51%.

Sendo utilizada por empresas de médio e grande porte, uma holding tem como objetivo melhorar a estrutura de capital.

Uma Holding tem como objetivo melhorar a estrutura do capital e são muito utilizadas por empresas de médio e grande porte, sendo as decisões de uma empresa sempre tomadas por ela por deter a maioria das ações ou cotas.

Essa parceria com demais corporações pode acontecer de modo contínuo e a longo prazo.

Holding empresarial é a mesma coisa?


Qualquer empresa que possui a maioria das ações de outras empresas e controla a parte administrativa e as políticas empresariais, é considerada como sendo uma Holding.

Assim, uma holding empresarial é considerada uma organização detentora de ações de outras empresas, podendo ser sociedade limitadas, patente, direitos autorais, entre outros.

Porque existem holdings?


Com o objetivo de melhorar a estrutura de capital e manter parcerias, as holdings são muito utilizados por empresas médias e grandes.

Constituídas para ter poder de controle ou participação relevante em outras companhias, as Holdings visam também coligações. Nas coligações, elas possuem relação de dominação, sendo as controladas nomeadas subsidiárias.

É importante destacar novamente que as holdings não praticam operações comerciais, e sim a administração de seu patrimônio.

As holdings são usadas como estratégia, para fazer com que o capital circule por diversos setores do mercado e ramos de atividade. Isso é uma forma de negócio para circular o capital estrategicamente.

Como funciona a Holding?


Normalmente a holding surge quando empresários de diferentes setores se juntam em uma sociedade. Uma analogia interessante seria a o de um guarda-chuva, imaginando como que cada ponta do guarda-chuva fosse uma empresa.

O papel da Holding seria o de uma centralização administrativa, de forma com que as empresas de diferentes setores fossem controladas de acordo com as características de cada uma, mas de maneira centralizada.

Uma vez que trabalha em vários segmentos, essa estratégia pode gerar bastante lucro para o grupo, fazendo com que a empresa legal adquira a melhor forma de mercado, com suporte comercial.

Tipos de Holding e suas principais características


Por meio de cotas ou ações em seu capital social, holding é uma sociedade que faz parte de outras sociedades. Elas são empresas como qualquer outra, podendo ser uma sociedade anônima, limitada ou empresa individual.

Holding pura


Tem como objetivo único, ser titular de cotas de ações para orientar e gerenciar as políticas da empresa. Não realizam nenhum tipo de operação e se vale de receitas não tributáveis para pagar as despesas dedutíveis.

Nesse tipo de holding, as mudanças internas acontecem com mais facilidade.

Holding mista


Em função dos benefícios administrativos e tributários como a possibilidade de poder gerar receitas tributáveis para despesas dedutíveis, este é o tipo de holding mais usado no Brasil.

A Holding Mista, além de ser constituída para fazer parte do capital social de outra empresa, explora outras atividades empresariais, como prestação de serviços civis e comerciais.

Holding administrativa


Tem como responsabilidade as decisões e gestão. Tem como principal objetivo otimizar o controle empresarial, substituindo legalmente os sócios. Elas profissionalizam o gerenciamento da empresa e protege a identidade do sócio.

Holding imobiliária


Tem como objetivo ser proprietária de imóveis em sociedade patrimonial, inclusive para locação.

Holding de controle


Como forma de garantir o gerenciamento do próprio negócio, a Holding de Controle é utilizada para controlar uma ou mais empresas. Esse tipo impede o acionista majoritário de ter dificuldade de consenso nas decisões.

Holding de participação


A Holding de Participação é constituída para centralizar a gestão de outras sociedades. Nela é definido planos, orientações e metas.

As holdings de participação, geralmente assumem a administração de participações societárias minoritárias. Isso quando o acionista não tem mais interesse em ser ativo nas decisões da corporação.

Holding setorial


A Holding Setorial tem como objetivo agrupar diversas sociedades que tenham objetivos comuns, como industriais, comerciais, rurais, financeiros, entre outros. Ela sempre é liderada por uma empresa especializada no segmento.

Holding derivada


A Holding Derivada aproveita uma empresa já existente para se transformar em uma holding. Ela é economicamente interessante, especialmente se a empresa em questão possuir bens imóveis de valores consideráveis.

As vantagens de ter uma holding


Entre as vantagens de se ter uma holding, podemos apontar: manter majoritariamente ações de outras empresas, ter o poder de controle e profissionalizar a gestão.

Há também as seguintes vantagens: ter grande mobilidade, não dever operar industrialmente, manter minoritariamente ações de outras empresas com a finalidade de investimentos, entre outros.