Dicas De Estudo Para Concursos De Advogados


Após se formar em direito e passar na OAB, para muitos o próximo passo é passar em um dos concursos para advogados, a fim de garantir uma vaga nesse mercado de trabalho.

Como sabemos bem, a advocacia no Brasil é bastante concorrida. O que aumenta o nível de conhecimentos e desempenho do profissional.

Logo, muitos ficam em dúvidas sobre o que é essencial estudar para conseguir destacar suas notas dos demais e garantir sua oportunidade!

Pensando nisso, irei mostrar ao longo deste artigo quais assuntos mais caem nessas provas. Então, se você quer se dar bem, continue lendo e confira cada um deles!

Dicas De Estudo Para Concursos De Advogados


Seja qual for o tipo de concurso para advogados que você deseja fazer, ter todo um processo de preparação é primordial.

Isso porque a forma como você estuda influencia diretamente em seus resultados. Portanto, não basta apenas focar em o que estudar, como também, em como.

Antes de abordarmos os assuntos mais comuns que caem nas provas, separei algumas dicas para organizar seus estudos.

    • Se desenvolva: se você vai fazer concursos para advogados, com certeza já sabe que o que vem pela frente não será fácil. Portanto, é fundamental que você busque desenvolver duas capacidades que farão toda a diferença. Sendo assim, o foco e a produtividade, que é basicamente uma consequência do primeiro;
    • Estudo inteligente: outra coisa importante é organizar seu tempo de modo a estudar melhor e não mais. Um erro bastante comum dos concursandos é estudar demais e ter a sensação de que não aprendeu nada. Você precisa que seu estudo tenha qualidade e não quantidade, o que nos leva a próxima dica;
    • Métodos de estudo: existem diversos desses na internet, em geral, a ideia é dividir seu tempo em blocos. A fim de se concentrar em determinada matéria por certo tempo. Intercalando tais blocos com tempos de descanso para aliviar a mente e garantir que os assuntos estão sendo compreendidos e absorvidos;
    • Crie metas: além disso, é importante estudar de forma realística. Então, saiba dividir seu tempo entre as matérias de forma coerente e crie prazos, que possam ser flexibilizados se necessário;
    • Motive-se: a melhor forma de fazer isso, é determinando o objetivo por trás desse concurso.

Quando você tem em mente o "prêmio" que será recebido, fica mais fácil se dedicar a algo com vontade.

Então, agora que você já sabe um pouco mais sobre como se preparar para os estudos, iremos falar dos assuntos que mais caem nos concursos para advogados.

Língua portuguesa:


Por ser a nossa língua materna, o português é um dos assuntos cobrados nos mais diversos concursos, incluindo os para advogados.

Desse modo, um erro que vejo comumente é pessoas focando apenas nas específicas. Mas, isso pode levar a uma nota mais baixa para o concursando.

Vale destacar que muitas vezes, o peso dessa é bem alto e muito usada para os desempates, busque estudar então:

    1. Concordância: verbal e nominal, que pode parecer simples, mas, que confunde muitos;
    2. Morfologia: é o estuda da composição e estruturas das palavras, sendo um dos tópicos que mais merece atenção;
    3. Pontuação: para o Direito essa é super importante, pois, pode levar a falta de interpretação das regras. Ou seja, um bom advogado precisa mostrar que a domina;
    4. Crase: bastante conhecida e muito negligenciada, seu uso é bastante notado;
    5. Sintaxe: essencial para que você se dê bem nas discursivas, esse estudo vai melhorar o manuseio das palavras.

Além disso, é importante que o candidato pratique ainda sua interpretação de textos, o que pode ser feito através de diversos exercícios.

Raciocínio Lógico:


Comumente usados nos concursos para advogados, o raciocínio lógico são testes de lógica que avaliam a habilidade de raciocinar de forma que faça sentido, por cada indivíduo.
Sendo assim, um tipo de avaliação exigente e que também pesa em desempates. Para mostrar seu potencial, é precisar ter boas/bons:

    • Premissas;
    • Argumentos;
    • Declarações;
    • Afirmações.

A fim de se defender um ponto de vista que determina algo como verdadeiro ou falso, dentro de determinado contexto. Portanto, foque ainda em estudar exercícios do tipo.

Conhecimentos específicos nos concursos para advogados:


Por fim, mencionaremos agora as matérias relacionadas a advocacia, ou seja, os conhecimentos específicos da área que caem mais comumente nessas provas. Estude então, sobre os Direitos:

    1. Constitucional: que diz respeito a interpretação e análises de nossas normas constitucionais, foque nos princípios fundamentais do art. 1º ao 11º;
    2. Civil: foco no ramo privado da advocacia, esse trata dos direitos e obrigações de pessoas físicas e jurídicas. Portanto, você deve estudar o Código Civil
    3. Penal: conhecido também, como criminal, esse diz respeito ao poder punitivo do Estado. Estude então, os conceitos de Tipicidade, Antijuridicidade, Lei Penal no Tempo e Excludente de Antijuridicidade (como foco em estado de necessidade vs. legítima defesa);
    4. Tributário: esse segmento é o direito financeiro, responsável pelas tributações cobradas as cidadãos, estude do art. 145 a 162, principalmente;
    5. Administrativo: por fim, temos um área dentro do direito público interno que está interligado a Administração Pública. Entre seus estudos, dê ênfase do art. 37 ao 41.

Além de tudo que foi mencionado acima, esteja atento ainda as principais leis e normas que mais são utilizados por advogados no seu cotidiano.

Essas são imprescindíveis de se saber e ter profundo conhecimento. Ou seja, domine tudo que é básico na rotina de um advogado também.


Conclusão


Foi possível ver ao longo deste conteúdo, mais sobre como estudar para concursos para advogados, considerando assim:

    • Organização;
    • Língua Portuguesa;
    • Raciocínio Lógico;
    • Conhecimento específicos da área.

Quero destacar aqui, como dica extra, que é sempre importante verificar as provas anteriores do concurso que irá prestar. A fim de se familiarizar com seus conteúdos mais comuns e metodologia da prova.

Espero que este artigo tenha sido útil para você, por favor, deixe sua opinião nos comentários e compartilhe com seus amigos da área!