Muitos se perguntam como estudar medicina do sono, sendo um assunto recentemente muito abordado em livros, entrevistas, documentários, etc.

Como estudar medicina do sono

Hoje muitos estudos apontam a importância de uma noite de sono, alguns pesquisadores estudam também sonhos, pois, pessoas costumam sonhar com desejos e outras tendem a sonhar com rato, assim buscando uma forma de melhorar seu sono e seus sonhos com terapias, meditações entre outras.

O sono é de suma importância na melhora da qualidade de vida do indivíduo, aliviando tensão e estresse, sem uma boa noite de sono, pode gerar irritabilidade, fadiga e gerar até problemas cardíacos, devido aos danos causados em decorrência de uma noite mal dormida ou horas privadas de sono surgiu uma nova especialidade: medicina do sono.

Dados da OMS (Organização Mundial da Saúde) mostram que em torno de 40% da população mundial têm alguma dificuldade em relação ao sono.
 
A medicina do sono tem por objetivo identificar e tratar possíveis transtornos em relação ao sono. Aí você deve estar se perguntando como que o médico do sono pode interferir e prevenir transtornos, segue exemplos de distúrbios identificados pela medicina do sono.

Apneia obstrutiva do sono


A apneia obstrutiva do sono caracteriza pelas paradas na respiração durante a noite, por conta de obstrução da via aérea na altura da garganta, fazendo com que o paciente faça um som parecido com ronco, onde o mesmo acorde várias vezes na noite, consequentemente isso ocorre devido a alguns fatores como : obesidade, uso de medicação sedativas, consumo de álcool, tabagismo, entre outras.

Insônia


A insônia se caracteriza pela dificuldade de conseguir dormir e manter o sono, com muitos pacientes acordados durante a madrugada sem conseguir dormir, dentre os fatores que ocorre a insônia estão: Ambiente com muito barulho, estress, ansiedade, depressão e planejamento do dia seguinte antes de dormir.

Como estudar medicina do sono ?


Para ser médico do sono é necessário, prestar faculdade de medicina, concluir e possuir seu CRM (Certificado de Registro Médico), dentre as áreas mais propensas para seguir a medicina do sono, estão: cardiologistas, neurologistas, pneumologistas entre outros, basta somente o médico realizar o curso e passar na prova de titulação da Associação Brasileira do Sono, podendo assim atuar na área. Você deve estar se perguntando mais qual o método de exame que é feito para diagnosticar se possui algum distúrbio?

Polissonografia


Para sua realização, são fixados eletrodos na parte do couro cabeludo e no restante do corpo do paciente, além de um outro sensor disposto em seu dedo indicador para que no decorrer do exame, possam ser detectadas possíveis alterações suspeitas pelo médico. Sendo que em toda a duração do exame são realizados outros exames como: Eletroencefalograma (EEG): medidor que registra toda a atividade cerebral no decorrer o sono, Eletro-oculograma (EOG): facilita identificação de quais estão sendo as fases do sono e qual o momento que acontecem, Eletromiograma: capta as atividades dos músculos durante a noite, Eletrocardiograma: marca e analisa o ritmo de batimentos cardíacos do coração, Oximetria: analisa a quantidade de oxigênio por decilitro no sangue, entre outros exames.

Para a realização do exame o paciente não pode estar com gripe, resfriado, febre entre outros fatores que possam interferir no sono, dando interferência na validade do exame. Sendo um exame totalmente sem invasão e sem dor ao paciente, geralmente não costuma gerar efeitos colaterais, mas o que pode acontecer é a irritação da pele do paciente, perante a cola para que possa ser fixados os eletrodos.
 

Cuidados que antecedem o procedimento


Recomenda-se que o paciente evite ingerir bebidas energéticas, bebidas alcoólicas ou café 24 horas antes do exame, evite uso também de cremes corporais, para que facilite e não dificulte a fixação dos eletrodos, para as mulheres recomenda que não pinte a unha com cor escura.

O médico orienta que continue tomando os remédios normalmente antes e durante o exame caso estiver no horário, uma dica bem legal para que se possa facilitar o exame é levar roupas bem leves e confortáveis como pijamas e até almofadas e objetos pessoais no caso do uso para dormir.

Constatamos neste artigo, que agora se alguém lhe perguntar como estudar a medicina do sono, saberá explicar a importância da medicina do sono em nosso cotidiano como uma área da medicina a ser levada em consideração, podendo até perceber sintomas de algum distúrbio apresentado acima, caso venha apresentar algum distúrbio citado a cima, procurar um médico para que possa ser encaminhado.

Aqueles que buscam saber como estudar medicina do sono, e desejam se tornar médicos do sono terão que passar por uma faculdade de medicina e após o término se especializar e tirar sua titulação de médico do sono, assim dando início a mais uma área da medicina, que visa priorizar seu sono afim de melhor seu desempenho no dia-a-dia, reduzindo os riscos de ter alguma doença atrelada a falta de sono.

Agora que você sabe como estudar medicina do sono, deixe um comentário sobre o assunto.