Saiba o passo a passo para ter um local especial de cultivo de plantas no seu lar

montar horta funcional e decorativa em casa

Quer renovar seu lar e dar novos ares para ele? Além de comprar novos móveis para casa, que tal investir em uma horta caseira? Plantas sempre fazem bem, mudando o aspecto do lugar, trazendo cores, formas, texturas e aromas ao ambiente. Versáteis, elas ainda podem ser aliadas na decoração.

Mas, além de adornar o ambiente, elas podem ser bastante funcionais se você montar uma horta com ervas e hortaliças que podem ser usadas no preparo de alimentos. Imagina cozinhar com ingredientes frescos colhidos na sua própria casa? Saiba neste artigo o que você precisa fazer para ter uma horta doméstica.

Escolha um ambiente adequado


Analise sua residência e defina um lugar para a horta a partir da presença do sol. A maioria das plantas precisa de pelo menos 5 horas de contato com a luz solar diariamente. Veja em que parte da casa sol bate pela manhã ou no fim da tarde.

Em relação ao espaço, você pode fazer uma horta em formato vertical caso sua casa ou apartamento não tenha área horizontal disponível.

Adquira as ferramentas necessárias


Para começar uma horta é interessante que você adquira alguns instrumentos de trabalho, como luva, pequenas enxadas e pás, tesoura de poda, colher de transplante, pulverizador e regador. Se você não conseguir esses objetos, é possível adaptar com itens que já possui em casa.

Prepare os vasos


Você não precisa usar vasos obrigatoriamente. Sua horta pode ser feita de materiais reaproveitados, como garrafas PET e vasilhas, desde que eles sejam furados para escoar água. O excesso de água no solo pode ser tão prejudicial para as plantas quanto a falta dela.

Na base do vaso coloque pedras pequenas, como brita, e uma manta de drenagem antes de colocar a terra para o plantio. Dessa forma, a água não ficará acumulada, evitando prejuízos para suas plantas. Verifique as características de cada espécie para realizar a irrigação de acordo com a necessidade.

Se optar por vasos, em vez de materiais reaproveitados, pode escolher entre peças de cerâmica, plástico, cimento, madeira, vidro e polietileno. São muitas as possibilidades para decorar seu ambiente.

Enriqueça o solo


Para o crescimento e saúde das plantas, é importante que o solo do plantio seja bem preparado, contendo os nutrientes e matéria orgânica necessários. A cada 20 dias, aproximadamente, é preciso que as plantas sejam novamente adubadas. Isso pode mudar de acordo com a espécie.

Prefira adubo orgânico ao químico. São boas opções para adubar o solo a aplicação de húmus de minhoca, que é rico em nitrogênio; da farinha de osso, que é repleta de fósforo e cálcio; e de cinzas de carvão ou lenha, ricas em potássio.

Escolha as plantas


Você pode plantar ervas, frutas, legumes e hortaliças, como morango, salsa, rúcula, manjericão, alecrim, tomate cereja, feijão, abóbora… As possibilidades são muitas, a depender do seu gosto, espaço disponível e do tempo que você quer esperar pela colheita.

Uma horta vertical também possibilita o plantio de todas essas opções. E há ainda um benefício extra nesse formato de plantio: os vegetais plantados vertical recebem mais circulação de ar no entorno das folhas, diminuindo o risco de haver doenças causadas por fungos.

Coloque a mão na massa


Chegou a hora de plantar! Comece cavando um buraco pequeno para a inserção das sementes. Se elas forem grandes, o ideal é que o buraco seja de 0,5 cm. Para as menores, basta afundar levemente a terra com o próprio dedo, criando uma cavidade rasa.

Para plantar legumes, como cenoura e pimentão, é só despejar três sementes. Já para plantas que colhemos em maço, como cebolinha e coentro, a recomendação é plantar cerca de oito sementes espalhadas, para que pelo menos algumas vigorem.

Cuide das suas plantas


Até o momento da colheita, você deve cultivar suas plantas regando com frequência, verificando a posição do sol e adubando a terra. Cada espécie tem um tempo para sua colheita: algumas são de 15 dias, outras podem levar até 100 dias. É preciso ter paciência, aproveitar o momento e curtir o crescimento das suas plantinhas.