A premiação acontece em abril e a lista de indicados já foi anunciada. Confira todos os detalhes aqui.

A pandemia do novo coronavírus atrasou as estreias no cinema e alterou o calendário tradicional de premiações. Considerando essas circunstâncias, a 93ª Cerimônia do Oscar acontecerá dia 25 de abril.

Oscar 2021

A premiação é aguardada em todo o mundo por um público fervoroso e recheado de opiniões. O vencedor de Melhor Figurino apresenta uma composição com peça cheia de personalidade? O vencedor de Melhor Maquiagem e Cabelo realmente criou um visual adequado e é melhor que as outras produções?

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood revelou os indicados de 2021 no dia 15 de março. Nick Jonas — compositor, ator e ex-Jonas Brother — e Priyanka Chopra Jonas — atriz e produtora do filme “O Tigre Branco”, da Netflix — anunciaram as indicações em uma transmissão no YouTube.

Então, agora é o momento de assistir todas as produções para acompanhar a premiação em 25 de abril e emitir as próprias opiniões sobre os vencedores. A seguir, confira os filmes indicados a Melhor Figurino.

Indicados ao Melhor Figurino


O figurino tem papel fundamental na produção de um filme: podemos estar em 2021, mas com o figurino adequado, o filme consegue nos transportar ao início dos anos 90 em questão de segundos.

Criar o figurino de uma produção cinematográfica é uma verdadeira obra de arte. Confira os indicados à categoria em 2021 e assista aos títulos antes da premiação.

Emma


Emma, uma comédia romântica britânica, é a nova adaptação do romance escrito por Jane Austen. O filme fez uma boa reconstituição da época, prezando pela exatidão, característica muito admirada pela Academia. Emma foi indicado nas categorias de Melhor Figurino e Melhor Maquiagem e Cabelo.

A voz suprema do Blues


A voz suprema do Blues tem uma grande dupla de protagonistas: Viola Davis e Chadwick Boseman, que faleceu em agosto, aos 43 anos. O filme é uma adaptação da peça teatral de autoria de August Wilson sobre a cantora Ma Rainey que ficou conhecida como a "mãe do blues", e fala sobre a exploração da cultura negra por produtores brancos.

O filme foi indicado nas categorias: Melhor Figurino, Melhor Cabelo e Maquiagem, Melhor Design de Produção, Melhor Atriz (Viola Davis) e Melhor Ator (Chadwick Boseman).

Mank


Cidadão Kane é uma obra consagrada de Orson Welles. Em Mank, o telespectador acompanha a luta de Herman J. Mankiewicz, roteirista do filme, contra Welles pelo crédito do texto do longa-metragem.

O filme lidera a lista com dez indicações: Melhor Filme, direção, fotografia, figurino, ator (Gary Oldman), atriz coadjuvante (Amanda Seyfried), maquiagem e cabelo, design de produção, trilha sonora original e som.
 

Mulan


O filme é a versão live-action da tradicional história de Mulan: uma garota que luta pela China no lugar de seu pai, tornando-se uma das maiores guerreiras em todo o país. O filme dividiu opiniões quando foi lançado, mas a posição sobre a qualidade do figurino é unânime.

Mulan foi indicado nas categorias de Melhor Figurino e Melhores Efeitos Visuais.

Pinóquio


O live-action de Pinóquio revela uma verdade por trás da história clássica que marcou gerações. Gepeto era um marceneiro solitário que sempre teve o sonho de ser pai. Assim, ele deseja que o boneco de madeira que acabou de criar ganhe vida. O desejo é atendido, mas o garoto é desobediente e acaba embarcando em uma viagem repleta de seres mágicos.

O longa foi indicado nas categorias: Melhor Figurino e Melhor Maquiagem e Cabelo.

2021: ano dos streamings e da diversidade


A pandemia teve grandes efeitos na indústria cinematográfica e a expectativa era de que os streamings crescessem durante o período — e ela se consolidou. A liderança da Netflix é inquestionável entre os estúdios com produções indicadas ao Oscar.

O streaming contabilizou 35 indicações por 16 títulos do seu catálogo. Em seguida, vem o Amazon Studios, que ficou à frente de estúdios tradicionais, como Warner (8 indicações), com suas 12 indicações. A Disney contabilizou 7 e a Sony 6 indicações, respectivamente.

Com a paralisação das produções dos grandes estúdios, filmes e documentários independentes com mais diversidade ganharam evidência. Não à toa, a lista de indicados de 2021 é a mais diversa da história de toda a premiação.

Dos oito filmes indicados na categoria Melhor Filme, três são protagonizados por atores não-brancos e dois por mulheres. Além disso, pela primeira vez, duas mulheres foram indicadas na categoria Direção no mesmo ano.