Utilizado da forma correta, ele purifica e condiciona o ar. No entanto, alguns cuidados devem ser tomados.

Ar-condicionado

Em um país tropical como o Brasil, onde faz calor na maior parte do ano, o aparelho de ar-condicionado já se tornou um item indispensável em diversos ambientes. Em escritórios e lojas, por exemplo, ele está sempre presente, oferecendo a clientes e trabalhadores o que é conhecido como conforto térmico.

O conforto térmico, vale lembrar, é aquela condição climática considerada ótima para o corpo realizar atividades sem qualquer incômodo de temperatura. No trabalho, ele nos deixa mais produtivos. Em casa, tem impacto direto em nosso sono e, exatamente por isso, é comum que em ambientes domésticos o ar-condicionado seja instalado apenas em quartos.

Uma dúvida constante, entretanto, é se o ar-condicionado pode transmitir doenças. Frequentemente ouvimos pessoas dizendo terem ficado resfriadas após longa exposição a ambientes climatizados pelo aparelho. Vamos entender melhor o que realmente acontece?


Afinal, o ar-condicionado transmite ou não doenças?


A resposta rápida para essa pergunta é não. Por si, o aparelho de ar-condicionado não transmite nenhuma doença. Ao contrário: ele ajuda a evitá-las. A questão, porém, é que seu mau uso poderá tornar o ambiente propício à proliferação de microrganismos que, sim, transmitem diversas doenças.

Pense, por exemplo, em uma geladeira mal utilizada. Comidas armazenadas sem tampa, fora do prazo de validade e nenhuma limpeza regular, se consumidas, poderão causar uma infecção alimentar. O que transmitiu a doença, entretanto, não foi a geladeira em si, mas seu uso descuidado. Com o ar-condicionado é exatamente da mesma forma.

Uma das principais funções do ar-condicionado é a limpeza do ar. Ao reter partículas sólidas, como poeira e microrganismos (fungos e bactérias, por exemplo) em seus filtros, ele condiciona o ar a uma melhora, com efeito positivo em nossa respiração.

Esses filtros, entretanto, não devem ser usados por mais tempo que o indicado. Caso contrário, o efeito pode ser inverso. Isso porque eles têm uma capacidade máxima de acúmulo que é considerada segura. A expiração da validade costuma ser um pouco antes de o filtro estar saturado, medida que os fabricantes tomam justamente para evitar que problemas de saúde sejam associados aos aparelhos.

Outro paralelo para reforçar a importância da manutenção são os filtros de água. Sua função é melhorar a qualidade do líquido, mas o refil do filtro deve ser trocado com a regularidade indicada. Caso contrário, a água passa a ser consumida com microrganismos que podem ser altamente nocivos.

Manutenção em dia


É possível notar que o segredo para evitar qualquer complicação é a manutenção constante do ar-condicionado. Geralmente, os próprios fabricantes do aparelho indicam a forma e a frequência com que ela deve ser feita. De todo modo, algumas regras básicas podem ser consideradas universais, valendo para qualquer modelo.

A troca do filtro deve acontecer, no máximo, a cada seis meses. Mesmo o ar-condicionado que não seja tão utilizado ou aparelhos instalados no seu carro não devem ficar mais que esse período sem que a troca ocorra. Mesmo desligado, ele acumulará poeira em sua parte interna e isso nos leva a uma segunda dica, raramente mencionada.

Especialmente ligado, o aparelho entrará em contato com todo o volume de ar do ambiente através de seu sistema de circulação. Assim, um ambiente sujo, é claro, trará mais riscos à saúde. Dessa maneira, é essencial que o ambiente esteja sempre limpo e que você nunca ligue o seu aparelho antes de ter certeza de que a limpeza está em dia.

A limpeza externa do aparelho também faz parte da manutenção, devendo ser feita diariamente. Com ele desligado, passe um pano úmido com algum produto próprio para a limpeza de superfícies de plástico.

Se em casa fica fácil acompanhar se todo esse procedimento está sendo feito, no trabalho isso pode se tornar um desafio. Por isso, empenhe-se em falar sobre isso com seus colegas. Dialogue com a empresa sobre a necessidade da manutenção e ajude a promover um ambiente de trabalho saudável para todos.