Como identificar problemas na suspensão do carro?

Nosso carro vai muito além de servir como meio de transporte, sendo também uma forma de conforto e bem-estar no dia a dia. Mas, para isso, é importante que ele promova a segurança adequada em todos os momentos. Nesse sentido, devemos ficar atentos a sinais de possíveis problemas, principalmente relacionados à suspensão. Isso porque, quando comprometida, ela reduz a vida útil do veículo, fazendo com que os passageiros e motorista sintam os impactos dos buracos na rua. Como consequência, o carro fica com aderência prejudicada e, consequentemente, mais exposto a acidentes no trânsito.

Então, pensando nisso, preparamos o post de hoje para falar sobre os sinais e te ajudar a identificar problemas na suspensão do carro. 

O que é a suspensão do carro e qual sua importância?

A suspensão é a parte do veículo responsável por garantir sua estabilidade, absorvendo impactos causados pela irregularidade do solo em que você transita. Além disso, é ela que faz com que os quatro pneus encostem no chão e ajudem a melhorar o desempenho do carro. Vale lembrar que, na verdade, a suspensão é um conjunto de componentes conectados que garantem que as atividades sejam realizadas da melhor maneira possível. 

O sistema é fundamental para que seu carro funcione bem e deslize sobre a pista, diminuindo as trepidações em solos irregulares. Com isso, garante total conforto durante o trajeto. Sem a suspensão funcionando corretamente, as irregularidades do caminho podem danificar o carro pouco a pouco, além de contribuir para acidentes, como roda caída ou pivô quebrado. Inclusive, problemas nos amortecedores, por exemplo, aumentam o tempo de frenagem do carro. Por fim, uma suspensão irregular aumenta o perigo de aquaplanagem e de fuga da pista em curvas. 

Como identificar problemas na suspensão do carro?

Agora que você sabe o que é e qual a importância da suspensão do carro, confira abaixo como identificar os problemas.

1. Barulhos fortes

Muitas pessoas vão às oficinas reclamando de problemas no amortecedor devido aos barulhos fortes emitidos pela suspensão do veículo. Contudo, por ser uma peça hidráulica, ela não apresenta ruídos metálicos. O que acontece é que na maioria das vezes o problema está relacionado a outros componentes do sistema. Quando uma das peças fica com folga, a diferença de movimento causa batidas e som forte. 

2. Instabilidade na direção

Quando o amortecedor está desgastado, a carroceria do automóvel sofre com pequenos solavancos, fazendo com que o motorista perceba o veículo instável e até mesmo desconfortável. O problema também afeta os pneus, sendo mais difícil ter o controle do veículo. É importante lembrar que isso também pode ser causado por falta de alinhamento e balanceamento das rodas. Sendo assim, confira os dois itens a cada 10 mil km. 

3. Pneus com desgaste acentuado

Os pneus com certeza irão sofrer, caso sua suspensão esteja danificada. Se os amortecedores estiverem danificados, o desgaste dos pneus aumenta e a aderência no solo se prejudica. Lembre-se que o alinhamento e balanceamento é fundamental para manter o sistema de suspensão em dia e, assim, garantir uma ótima dirigibilidade. Mas, além de manter a suspensão em perfeito estado, lembre-se também que o alinhamento e balanceamento ajudam na economia de combustível.  

4. Vazamento

O vazamento é um problema que pode ser identificado facilmente. Afinal, o óleo que deveria estar comprimido dentro do amortecedor vaza, fazendo com que ele pare de funcionar. Um sinal é quando há vestígio de óleo no corpo do amortecedor. Aqui, é importante que o carro seja levado até uma assistência técnica o mais rápido possível, pois um amortecedor vazando perde sua ação rapidamente. 

5. Falta de estabilidade

Se você notar que o veículo tende a passar reto nas curvas, fazendo com que seja necessário reduzir a velocidade ou frear, isso é um sinal de que a suspensão não está funcionando da forma correta. Portanto, algum componente deve ser substituído, sendo importante contar com um mecânico de confiança. 

6. Rodas sem contato adequado

Quando o carro está com problemas no amortecedor, ele passa por irregularidades no asfalto, ou seja, a roda fica “pulando”, subindo e descendo rapidamente. Isso é bem fácil de notar e também haverá um desgaste acentuado e irregular nos pneus. 

7. Molas danificadas

Por fim, as molas não fazem nenhum barulho, sendo mais difícil de identificar quando estão com problemas. É muito importante ficar atento a qualquer indício de desgaste dessas peças. O mais comum é que o veículo fique mais baixo, mas também pode ocorrer desgaste na pintura, ferrugem, trincas ou elos batendo. Se quebrarem, as molas atingem diretamente os pneus, afetando a segurança do condutor e passageiros. Além disso, molas ruins também danificam outros componentes da suspensão. Por isso, fique atento. 

Então, agora que você conhece os principais sinais de que sua suspensão está com problemas, é importante ficar atento. Se notar qualquer um deles, procure uma assistência especializada, a fim de garantir o melhor diagnóstico e solução para seus problemas. 

Como identificar problemas na suspensão do carro