A atuação de detetive particular é pautada em planejamento e diversas técnicas, bem diferente de como a literatura e filmes mostram. 

Por lidar com a vida das pessoas, o emocional de seus clientes com informações sigilosas, o detetive particular precisa de tato, credibilidade e comprometimento com os envolvidos, desde o momento da contratação até a entrega das provas.

Detetive particular

Técnicas usadas pelo detetive particular


Se você tem um problema, não precisa ficar receoso ao contratar uma agência de detetive particular, e tenha certeza de que essa é a melhor opção, pois esse tipo de serviço segue a regulamentação da profissão para desenvolver uma investigação de modo discreto e dentro da legalidade.

Para ter certeza de que poderá confiar no profissional escolhido, cheque sua reputação por meio de pesquisas, veja se há reclamações do serviço e elogios e matérias sobre sua atuação em sites especializados.

Durante uma investigação, o detetive particular segue uma série de técnicas que viabilizam os resultados positivos:

  • Atenção aos detalhes: para o sucesso da coleta de dados, o especialista deve frequentar os mesmos lugares do investigado e não deixar passar nenhuma informação importante para conclusão do caso;
  • Intuição: com o passar dos anos, o detetive particular desenvolve uma intuição aguçada que ajudará muito em suas investigações;
  • Rede de amigos: para conhecer melhor os hábitos do investigado, é necessário saber mais sobre as pessoas com quem ele anda, facilitando saber da sua rotina para monitorá-lo;
  • Disfarce: o detetive particular deve saber assumir diversos papeis para adquirir dados sem ser descoberto, não colocando a investigação em risco. Em nenhuma circunstância, ele poderá revelar informações sobre o contratante, mesmo que seja interrogado pelo investigado, ou seja, sigilo é fundamental a todo momento do trabalho;
  • Discrição: é fundamental passar sem ser notado pelos lugares quando está seguindo alguém;
  • Equipamentos: o detetive particular deve lançar mão da tecnologia para registrar tudo que for fundamental para o caso, por isso faz uso de diversos dispositivos de acordo com os resultados que necessita: captação de imagens, sons e monitoramento, por exemplo.

Etapas de uma investigação feita por um detetive particular


Um bom detetive particular sabe da importância de seguir procedimentos para alcançar o resultado esperado num curso espaço de tempo, isso quer dizer, cumprir algumas etapas, como iniciar com uma pesquisa sobre quem é o investigado, sistematizando tudo que souber dele (suspeitas, rotina, roda de amigos, redes sociais), essa etapa direciona os próximos passos do investigador.

Na sequência, começa o monitoramento por meio de rastreadores e a perseguição efetiva, podendo durar de uma semana até dez dias. Durante essa etapa, é possível colher as evidências.

Como prova, aceita-se gravações de conversas, fotos e vídeos do flagrante, por exemplo. Vários registros confirmam uma suspeita e servem para o contratante confrontar o investigado.

Resultados


Após o levantamento das evidências necessárias para elucidação do caso, o detetive particular reúne tudo num relatório final que será entregue ao contratante. Com o documento em mão, o cliente decide o que fazer.

Trata-se de um registro fundamental a ser disponibilizado ao término do serviço, pois comprova, além do que se pretendia descobrir sobre o problema, tudo que foi feito no período da investigação, fica como a comprovação do trabalho desempenhado pelo detetive particular.