Menor volatilidade e maior rentabilidade atraem investidores para os fundos imobiliários 

Fundos imobiliários

Entre os principais investimentos do mercado de ações, os fundos imobiliários são excelentes opções de menor risco e diversificação de carteira. Mesmo com a crise, dificilmente, você verá um fundo imobiliário quebrar, e isso está fazendo o número de investidores brasileiros crescer neste setor.

De acordo com a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais (ANBIMA), os fundos imobiliários bateram a marca de um milhão de cotistas no primeiro semestre de 2019. Nunca houve tantos brasileiros interessados nos investimentos do mercado imobiliário.
 

O que são fundos imobiliários?


Os fundos imobiliários são grupos formados por dezenas de investidores, por meio de cotas de participação, que aplicam capital em negócios do ramo imobiliário. Os investimentos são focados nos lucros do arrendamento, da locação ou da venda dos imóveis.

Dependendo do tipo do fundo imobiliário, os investimentos podem ser focados em aluguéis de imóveis de grande porte, como hotéis e shoppings, por exemplo, ou em ativos do setor, como LCIs. 

Quais são as vantagens?


Conheça as principais vantagens dos fundos imobiliários abaixo. 

Processo fácil de compra


Diferente do processo para a compra de um imóvel, para investir em um fundo imobiliário, você não precisa assinar nenhuma escritura: basta comprar cotas do fundo desejado, disponíveis na Bolsa de Valores. 

Isenção de Imposto de Renda e IOF


Os fundos imobiliários possuem isenção de Imposto de Renda e de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para investidores pessoas físicas, com um valor inferior a 10% do total de cotas.
Investimento de valor baixo

Para investir em um fundo imobiliário, não é preciso realizar um grande investimento. Com poucos recursos, é possível tornar-se cotista. Alguns fundos disponibilizam cotas entre R$ 70 e R$ 100 na Bolsa de Valores.
 

Volatilidade menor


Em comparação com outros tipos de ações, o investimento em fundos imobiliários é menos volátil. Isso significa que as oscilações do mercado são menores que as ações de empresas negociadas na Bolsa, por exemplo. 

Quando vale a pena investir?


Como podemos perceber, os fundos imobiliários são boas opções de investimento no mercado de ações. Muitos dizem que eles são aplicações conservadoras para empreendedores arrojados, já que possuem um risco menor do que a maioria dos demais tipos da Bolsa.

Contudo, quando vale a pena investir em um fundo imobiliário? Abaixo, vamos mostrar quais são os melhores momentos para encaminhar capital, confira. 

Taxa Selic baixa torna renda fixa menos atrativa


Com mais um corte na taxa Selic, a renda fixa vem se tornando cada vez menos atrativa. Em agosto, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central reduziu a taxa para 2%.

Isso impacta diretamente nos rendimentos dos investimentos em renda fixa, como títulos do Tesouro Direto e CDBs, por exemplo. Com isso, muitos investidores veem nos fundos imobiliários uma excelente opção de iniciar as aplicações em renda variável. 

Mercado imobiliário continua aquecido


As expectativas do mercado imobiliário eram as melhores antes de 2020 começar. Mesmo com a queda do PIB e a previsão de recessão, elas estão se confirmando. Os juros baixos fizeram com que o volume para financiamentos imobiliários aumentasse 29% no primeiro semestre deste ano.

Com o mercado aquecido, a tendência é que os cotistas de fundos imobiliários tenham uma rentabilidade maior de suas ações. Dependendo dos tipos de investimentos do fundo, ela pode ser bastante expressiva. 

Diversificação da carteira de investimentos


Numa estratégia de diversificação da carteira de investimentos, comprar cotas de um fundo imobiliário é uma excelente alternativa. Por ser um negócio mais seguro no mercado de ações, os fundos são excelentes opções para diversificar as aplicações em renda variável.

As boas possibilidades de ganhos mensais de capital e a facilidade para investir em imóveis atraem os empreendedores. Para quem se planeja a longo prazo, os fundos imobiliários podem render um bom dinheiro.