Os primeiros socorros são medidas que devem ser executadas rapidamente, imediatamente após um acidente ou doença repentina, para evitar que o problema se agrave até que um serviço de emergência especializado chegue ao local do acidente. 

Essas intervenções são extremamentes importantes, porque elas podem prevenir as futuras complicações e até prevenir a morte da vítima.

Dicas para agir em casos de primeiros socorros

Antes de tentar qualquer tipo de primeiros socorros, é importante que o socorrista considere o seguinte:

  • Mantenha a calma;
  • Afaste os curiosos;
  • Certifique-se de ligar para os serviços de emergência.

As ações rápidas e eficientes dentro dos incidentes podem evitar riscos para a saúde da vítima


Saber o que fazer em caso de acidente evita danos consequentes e até salva vidas. O atendimento simples e rápido para casos como queimaduras, sufocamento, sangramento e envenenamento pode ser feito por qualquer pessoa.

Recomendamos Curso de Primeiros Socorros para familiares com problemas cardíacos.

A seguir estão algumas dicas que podem ajudar nos primeiros socorros ao acidentado:

Queimaduras


Resfrie a área afetada com água da torneira. Nunca use gelo, pois pode agravar a queimadura devido à temperatura muito baixa. Com um pano limpo e úmido, faça uma compressa e cubra a área afetada até chegar ao hospital.

Em caso de queimaduras elétricas, não tocar na vítima até o desligamento da corrente elétrica.

Encaminhe a pessoa para um médico imediatamente. Jamais use pomadas, manteiga, óleo e pasta de dente na superfície que foi queimada. Esses produtos poderão proporcionar um alívio inicial da dor, porém tornam o tratamento difícil e até pioram a ferida quando removidos.

Engasgos


Abrace a vítima pelo abdômen. Mantenha sempre uma das mãos fechada sobre o estômago, enquanto a mão comprime a primeira mão, empurrando-a para dentro e para cima, como se tentasse levantar a pessoa do chão.

Quando a vítima de asfixia for uma criança, coloque-a de bruços nos braços e faça cinco compressões entre as omoplatas. Em seguida, retire tudo o que você tem em sua boca.

Intoxicações


Se isso acontecer, segure a pessoa de lado para evitar inalar o vômito. Se o problema estiver relacionado à inalação, primeiro remova a vítima para o ar fresco. A pessoa deve ser encaminhada ao hospital imediatamente.

Nunca deixe a vítima sozinha. Não induzir vômito em crianças menores de 1 ano, idosos, pessoas com problemas de consciência ou as pessoas que tenham ingerido os seguintes produtos: soda cáustica, gasolina, querosene, chumbo, mercúrio e resíduos sólidos.

Não ofereça água, leite ou outros líquidos. Em caso de envenenamento, o corpo pode carecer de enzimas que auxiliam a digestão e interrompem o processo.

Hemorragias


Se seus braços e pernas sangrarem, tente estancar o sangramento apertando o ferimento diretamente com um pano limpo ou curativo. Se ocorrer sangramento em um membro, levante o membro afetado acima do tórax para controlá-lo.

Experimente também a compressão indireta de uma artéria perto da ferida. Se o nariz sangrar, faça com que a vítima se sente de bruços para evitar que engula o sangue. É importante que você respire pela boca. Pressione as narinas com o dedo indicador e o polegar por 10 minutos.

Kit de primeiros socorros:


  • tesoura;
  • pinça;
  • termômetro;
  • gaze esterilizada (em pacotes separados);
  • curativos ataduras de vários tamanhos;
  • esparadrapo e fitas adesivas;
  • anti-sépticos líquidos e outras soluções;
  • soro fisiológico;
  • bolsa de água quente ou gelada;
  • repelente de insetos;

Omissão de socorro


A falta de assistência é um crime em nosso país. De acordo com o Decreto Legislativo nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940, a omissão de assistência a pessoa em situação de risco pode resultar em prisão ou multa..

Dicas


O conhecimento simples pode evitar complicações e salvar vidas. Portanto, fique atento às dicas a seguir e descubra o que fazer se você se envolver em um acidente. Além dessas dicas, faça Cursos Online da área.

  1. Peça ajuda: quanto antes for solicitada a ajuda especializada, mais rápido será o atendimento. Forneça informações como tipo de acidente, idade e sexo das pessoas envolvidas, se há vítimas inconscientes e a gravidade das lesões.
  2. Mantenha a calma: Em primeiro lugar, você precisa manter a calma. Os feridos esperam encontrar conforto e segurança na ação do salvador. A abordagem deve ser feita com calma, em tom moderado de voz, inspirando confiança.
  3. Peça ajuda: peça a colaboração de quem está ao seu redor, deixando-se levar por quem tem mais conhecimento e experiência. Se tal pessoa aparecer, ela deve demonstrar rápida, calma e firmemente o que precisa ser feito.
  4. Examine o cenário: identifique quantas e onde estão as vítimas. Algumas vidas ainda podem estar em sério risco. Após o acidente, a vítima às vezes pode se encontrar em um local perigoso (no caminho de outros carros ou próximo ao lixo, por exemplo).
  5. Defina as prioridades - Os primeiros respondentes devem garantir que a respiração e a circulação da vítima sejam mantidas. Em outras palavras: certifique-se de que a vítima está respirando e seu coração está bombeando sangue.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Certificado Cursos Online, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre cursos, educação e diversos segmentos.